Assista o vídeo a seguir e veja a importância de fazer pressão pela redução do IPI das bicicletas elétricas

Segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike) com produtores de bicicletas elétricas, a alteração do IPI de 35% para 10% significaria uma redução de aproximadamente 20% no preço final de uma bicicleta elétrica comercializada no país. E o setor de bicicletas já se comprometeu, quando o IPI for alterado, a repassar aos consumidores esta redução. Segue a lista de empresas.




  • Em média, 85% do custo de uma bicicleta elétrica no Brasil é só para pagar os impostos sobre ela.
  • 88% das pessoas que pedalam bicicletas elétricas sentem melhora na qualidade de vida.
  • A alíquota do IPI para bicicletas elétricas é de 35%, maior do que a aplicada a automóveis, bebidas alcoólicas e tabaco.
  • Apesar de estarem equiparadas pelo CONTRAN, o IPI da bicicleta convencional é 10%, enquanto da bicicleta elétrica é 35%.
  • Uma simples mudança no IPI de 35% para 10% significa uma redução média de 20% no preço final das bicicletas elétricas vendidas em todo o Brasil.
  • Das pessoas que usam bicicleta elétrica como meio de transporte, 56% disseram que antes usavam o automóvel para as mesmas viagens.
  • Mais de 400 ciclistas de bicicletas elétricas deram nota para suas bicicletas. A nota média foi 9,3.
    
(Fonte: Aliança Bike)